sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A sexta-feira de espera de saudade.



De todos os dias da semana o mais aguardado é a sexta-feira, não pelo trabalho terminado da semana, não pela aula que acaba, não pelo final de semana que chega para diversão, mas pelo calor do abraço, do sorriso de príncipe, do cheiro só seu aguardado demorado sentido.

A melancolia já me toma quando sei que não vem, quando sei que não poderei grudar em seu colo e perceber que estarei protegida e todos os medos que me angustia por não está ao meu lado me consolando cuidado tratando.

Eu sei que você tem mil situações para resolver e faz parte do processo de vida. Tudo isso eu entendo ou finjo entender para continuar te esperando amando cuspindo a dor da ausência. É por essa chegada que sempre espero, e sei que essa chegada um dia acaba... os dias dormidos juntos chegarão, o beijo roubado das noites em madrugada nos adormecerá, e as expectativas e planos serão ditos durante o café da amanhã ao adoçar nossos dias vividos!

Só quero que não demores muito, os dias estão frios feios sem vontade de se enfeitar... mas deixo sempre a porta entreaberta para sua chegada com uma música de amor para nos olhar abraçar beijar. Mas se te interessa saber, quando chegar ainda em silêncio me abrace perdidamente com aquele coração pulsante dos primeiros dias de namoro que muito me encantava e me deixava abobalhada! Isto seria mais uma das provas de amor que me presta desde a olhada aos mimos de carinho. O que me envolve? Seus lábios, sua sensibilidade, sua inteligência ímpar, suas qualidades de homem à moda antiga, tão lindo, tão meu como diz.

Fisgou-me com esse seu jeitão de observar e amar intensamente com uma ingenuidade linda, sincera de carência de colo. Aprendi a amá-lo com afeto e nasci num novo papel de mulher que pode viver amando um homem sendo feliz! Hoje preciso de você aqui, perto de mim dos meus anseios desejos abraço beijos... tive vontade de cheirar seu pescoço, chega mais chega logo. E não precisa trazer presentes porque o melhor e mais caro-barato é o amor que me trás ao deixar afogar minha saudade em seus braços.

Prefiro que me agarre logo amanhã, depois e todos os nossos dias juntos amando. A saudade é boa, mas primeiro mate-a, de preferência com seu amor...

0 comentários:

Postar um comentário